Sites e aplicativos possuem termos de uso e política de privacidade. Seus usuários só podem utilizá-los caso concordem com as cláusulas neles descritas. Apesar disso, muitos ignorarem a leitura é um risco que se corre. Ainda assim, os empreendedores devem saber de sua importância e elaborar uma boa política de privacidade. Confira mais sobre o tema!

O que é política de privacidade?

Política de privacidade é um conjunto de termos que descreve as práticas adotadas pelo site ou aplicativo em relação às informações dos usuários. Sua função é esclarecer ao visitante como os dados serão utilizados e qual finalidade. Eles serão repassados a terceiros ou não? Quais seriam esses terceiros?

Os dados podem ser enviados diretamente pelo usuário. Entretanto, eles podem ser captados pelos chamados cookies (informações de navegação). Também é possível recolhê-los por meio das páginas visitadas e da localização do usuário. Da mesma forma, pelo seu comportamento no site ou no app.

Start Guide: O Guia jurídico completo para sua startup

Qual a importância da política de privacidade?

A principal importância desta política liga-se à transparência e à credibilidade. Os usuários devem saber como seus dados serão utilizados para autorizar ou não sua captação. Por meio da informação transparente, cria-se a credibilidade em relação ao negócio do site ou aplicativo.

No que diz respeito aos aspectos jurídicos, ela é uma importante ferramenta de prevenção de litígios. Um documento bem escrito e detalhado dá ao usuário a opção de aceitar ou não a política, evitando problemas futuros.

A política de privacidade é, portanto, um documento jurídico importante para a transparência do negócio. Ele demonstra profissionalismo e credibilidade para os usuários. Por isso, o empreendedor não deve ser negligente na hora de elaborar seus termos. É preciso contar com auxílio jurídico e evitar modelos prontos para adequar à real necessidade. Assim, é possível montar uma boa política de privacidade.

O que é preciso para montar uma boa política de privacidade?

A política de privacidade é um termo jurídico. Apesar disso, ela deve conseguir transmitir informações ao usuário de maneira simples. Portanto, o primeiro passo para montar uma boa política é a clareza. As cláusulas devem ser escritas de forma acessível a usuários leigos em Direito. Caso contrário, é possível que o leitor procure um negócio semelhante com uma política mais clara.

O segundo passo é deixar a política visível. O fácil acesso mantém o usuário no site ou aplicativo. Os dados, em muitos casos, podem ser requisitados em landing pages. Para tanto, o link para a política pode estar perto dos campos de preenchimento. Por isso, ferramentas como Google Adwords exigem boa visibilidade da política de privacidade.

Além da visibilidade, é preciso destacar a forma como os dados serão utilizados. É uma prática de transparência que passa a sensação de honestidade. Para tanto, liste:

  • Páginas e situações em que serão solicitados dados sobre o visitante;
  • Informações a serem coletadas;
  • Compartilhamento de informações com terceiros;
  • Leis que asseguram a legalidade da sua política de privacidade;
  • Possibilidade de atualização regular da política e modo de informação dessa prática.

Por fim, a presença de um advogado é essencial para a elaboração de uma boa política de privacidade.


Qual o papel do advogado na política de privacidade?

O advogado será o responsável por adequar as cláusulas da política de privacidade à necessidade do empreendedor. Seu papel também será de minimizar a possibilidade de processos por falhas no documento e dados vazados.

A alteração das políticas, por exemplo, deve ser informada ao usuário. Para isso, pode-se utilizar e-mails, notificações e outras formas de aviso. Esse procedimentos são indicados pelos advogados para evitar alegações de abusividade nas alterações.

A consultoria jurídica evita dores de cabeça do empreendedor na hora de fazer uma política de privacidade. Além disso, garante um site ou aplicativo que confere credibilidade ao usuário.

 

Você possui uma política de privacidade adequada ao seu negócio? Ela foi revisada por um advogado? Lembre-se de que ela é importante para a credibilidade do seu empreendimento.

Deixe seu comentário em caso de dúvidas!